terça-feira, 17 de junho de 2008

Eu e ela (a preguiça ou bicho-preguiça)


Esta preguiça apareceu atravesando a rua, soltei-a no meio da árvores de uma trilha.
A preguiça é um mamífero sem dentes que vive pendurado nas árvores brasileiras. Elas têm um rosto pequeno e parecem que estão sempre sorrindo. Alimenta-se de folhas frescas de ingazeira, tararangá, embiruçu e embaúva (árvore-da-preguiça). Esses bichos são assim preguiçosos por causa do calor. Como eles têm o corpo coberto de pêlos grossos, não podem se agitar muito porque senão suam para valer. O bicho-preguiça, cujo nome científico é Bradypus variegatus, tem como estratégia de sobrevivência os movimentos lentos e silenciosos e a pelagem que se confunde com as árvores, desviando a atenção dos predadores naturais. Natural da Mata Atlântica e da Amazônia. Vivem até 9 anos. Animais de hábitos solitários, os machos e as fêmeas só se encontram para acasalar. A gestação dura de seis a oito meses, nascendo apenas um filhote, entre os meses de agosto e setembro. Quando adulto, um bicho preguiça pode pesar até cinco quilos e medir 59 centímetros da ponta do nariz a ponta da cauda. O filhote mama durante um mês, permanecendo com a mãe até os cinco meses, para aprender a se locomover e se alimentar sozinho.

5 comentários:

Jorge Abade disse...

Olá Marcos,
Ainda não sou morador da serra, mas almejo isso a cada dia. Estou naquela fase de aprovar os projetos nos órgão competentes, mas está difícil...
Vou morar também no sausalito (espero que seja em breve) e gostei muito do seu texto no jornal deste mês, achei desafiador... vou fazer um monte de "bombas" e jogar no caminho desde da entrada da serra até o meu terreno (toda semana vou vê-lo, tamanha minha vontade de estar por aí definitivamente) outra paixão minha são os bichos... e sempre quiz segurar uma preguiça, caramba.... que privilégio!!!!
abraços
Jorge Abade

Marcos disse...

Seja bem vindo, Jorge

Que bom que você gostou da matéria, se você já tem este pensamento antes de vir para a serra, imagine quando você passar a conviver com tudo isto que temos por aqui.
A preguiça estava escalando a parede da casa do meu vizinho, que na época estava ainda em construção. Como tinha uma galera de outra obra de olho na bichinha, resolvi pegá-la e soltar em uma trilha aqui mesmo no Sausalito, onde ela estaria segura e longe de qualquer olhar mau intencionado.
Quanto às bombinhas, fiquei viciado, comecei a jogar a um pouco mais de três meses e já ultrapassei o número de 4.200 bombas. Ainda não consegui ver o resultado na mata, mas as que deixei em meu quintal como experiência já nasceram e estão com aproximadamente 5 cm de altura (por isso não consigo ver na mata). Até o fim do ano pretendo chegar a meta de 5 mil bombas e se nascerem pelo menos 10% deste número, a Serra começará 2009 com pelo menos 500 novas árvores plantadas por mim.

Grande abraço, e deixe contato para trocarmos mais idéias.

Marcos Moreno

lui rocco disse...

Oi Marcos, sou o Luiz, tenho uma propriedade na serra, estrada de santa inês, km 11,1, Bela Vista Equitação, e já tive a oportunidade de me deparar nestes últimos 15 anos, com umas 4 ou 5 preguiças, e a experiência é demais..... só quem já teve pode saber.
Que lugar maravilhoso esse nosso...
Estou abrindo um "bar" na serra ao lado da pizzaria Cântaros, e to pçensado em colocar o noe "A Preguiça" em homenagem a esse animal que eu aprendí a gostar...

Laura Guimarães disse...

Oi Marcos,

Estou escrevendo uma matéria sobre os bichos da Serra da Cantareira e moradores apaixonados por esses bichos. Pelo que vi no seu blog, você se encaixa perfeitamente no que procuro e queria muito conversar com você. Te interessa? Tenho uma certa urgência pra fechar isso e queria entrar em contato. Meu email é criacao.laura@gmail.com. Se você puder me mandar um email com seu contato para conversarmos, agradeço desde já. Um abraço, Laura

PeryNews WebTV disse...

QUem realmente ama a natureza e se considera um ser adiantado, tem dinheiro e bom gosto JAMAIS vai querer morar onde somente os animais deviam morar.. É ridículo o que comentou um bastardo aqui sobre o sonho em morar na serra somente porque gosta dos bichos.. Deixa de ser hipócrita zé mané, a Cantareira esta diminuindo desde 1940 quando começaram as invasões dos pobres de espírito desta cidade ou estado.. Deixe a serra em paz, construa sua casa onde já esta tudo ferrado, seu dinheiro não lhe trouxe ainda a inteligência nem o bom senso.....